Em nossa ultima capela do ano foi a vez dos alunos do 5º Ano C falarem sobre esperança, nosso ultimo tema do ano. No decorrer do ano foi lançado um Plano mestre de desenvolvimento espiritual (PMDE) no 1º Bimestre o tema foi Confiança http://www.americanopolis.ea.org.br/?s=confian%C3%A7a No 2º Bimestre http://www.americanopolis.ea.org.br/2016/04/capela-especial/  Respeito No 3º Bimestre compromisso http://www.americanopolis.ea.org.br/2016/08/semana-de-oracao/  para nossa ultima capela do ano a professora Rosana Mayer preparou uma capela muito especial e contou a parábola do Camelo, todos gostaram muito, principalmente os alunos do 5ºAno que tiveram participações especiais como cenas e citações da Bíblia.

 

 

Parábola do Camelo

camelo

Uma mãe e um bebê camelo estavam por ali, à toa, quando de repente o bebê camelo perguntou:
– Mãe, mãe, posso te perguntar umas coisas?
– Claro! O que esta incomodando o meu filhote?
– Porque os camelos têm corcova?
– Bem, meu filhinho, nós somos animais do deserto, precisamos das corcovas para reservar água e por isso mesmo somos conhecidos por sobreviver sem água.
– Certo, e porque nossas pernas são longas e nossas patas arredondadas?
– Filho, certamente elas são assim para permitir caminhar no deserto. Sabe, com essas pernas eu posso me movimentar pelo deserto melhor do que qualquer um! Disse a mãe, toda orgulhosa.
– Certo! Então, porque nossos cílios são tão longos? De vez em quando eles atrapalham minha visão.
Meu filho! Esses cílios longos e grossos são como uma capa protetora para os olhos. Eles ajudam na proteção dos seus olhos quando atingidos pela areia e pelo vento do deserto! disse a mãe com orgulho nos olhos.
– Ta. Então a corcova e para armazenar água enquanto cruzamos o deserto, as pernas para caminhar através do deserto e os cílios são para proteger meus olhos do deserto… Então o que estamos fazendo aqui no Zoológico???????
Moral da historia:
“Habilidade, conhecimento, capacidade e experiências são úteis se você estiver no lugar certo”
ONDE você está agora?????

A PARÁBOLA DO BEBÊ CAMELO